Brevíssimo comentário sobre alguns dos pensadores pré-socráticos

 

O que acho mais interessante no estudo dos pensadores da Grécia antiga anteriores a Sócrates é o esforço consciente que fizeram de tentar suplantar as antigas concepções(entenda-se mitologia) da origem das coisas, incluindo aí, é claro, o universo.

            Eles, e por eles me refiro, inicialmente, pelo menos, a Tales, Anaximandro, Anaxímenes, Pitágoras, Xenófanes e Heráclito(esse último um dos meus pensadores – e pensador aqui em um amplo sentido – favoritos) tentam, de algum modo racional, ou seja, sem se remeterem a deuses ou algo do gênero, compreender como as coisas foram criadas, de onde vieram, por que vieram e por aí vai.

            É interessante notar que a maioria dos pensadores acima mencionados entendem ter sido um elemento da natureza o ponto de partida para todas as outras coisas: para Tales, água; para Heráclito, fogo…No entanto, alguns já se remetem a abstrações que preparariam o terreno para a idéia de um deus bastante parecido com aquele para o qual muita gente por aí pede um help na hora do aperto – Xenófanes, em especial é quem dá esse pontapé inicial, logo após ter Pitágoras criado uma seita que adorava os números e que via neles a explicação para tudo.“The Matrix” anyone?

            Heráclito, pra mim, é o pai de Nietzsche(e de muita gente boa que apareceu por aí desde a segunda metade do século XIX, até os dias de hoje) e, só por isso, já é digno de nota. Por falar em Nietzsche, os comentários dele acerca dos pré-socráticos são não só belíssimos, como de uma lucidez surpreendente. Sem contar que com esses comentários ele começa uma revisão de toda a filosofia que culminaria com sua própria e essencial obra e geraria discípulos da ordem de um Deleuze.

            Para um melhor entendimento de tudo isso vale a pena uma lida na edição batidaça de “Os Pensadores” (aquela da banca). É muito boa e completa. Eu acho que vale à pena.

Anúncios

~ por tarsodoamaral em 10/09/2008.

3 Respostas to “Brevíssimo comentário sobre alguns dos pensadores pré-socráticos”

  1. A contribuição dos pré-socráticos no que tange aos entendimentos da ordem natural das coisas é, infelizmente, o que menos dita o ordem mundial. Aliás, sempre foi, dado que não há a figura de uma entidade superior que subjuga os demais e daí ser incapaz de gerar controle. Tanto que vemos que, claro que para os menos entendidos em filosofia clássica, a relevância ser sempre creditada ao trio Sócrates, Platão e Aristóteles. Todos contrivuíram, óbvio – concordemos ou não -, com as máximas que se realizam té hoje e m dia e talvez para sempre. Enfim, válida a leitura garoto e é o ponto de partida para qualquer estudo, independente da área de atuação.

    Inté garoto.

  2. Tem esse livro “Os Pensadores” para emprestar? … 🙂 … mas ai tava reparando nos nomes, caraio: Anaximandro, Anaxímenes e Xenófanes, eu matava meus pais … rsrsrs

  3. Rubão, os pré-socráticos tem bastante a oferecer com suas idéias. Pessoalmente, acho os aforismos de Heráclito melhores e mais importantes do que muita coisa que se escreveu depois dele, incluindo aí Platão e seguidores…Mas isso é minha opinião. O que acho que deve ser levado em conta é que todos eles, os filósofos, pré-socráticos ou não, são fontes de questionamentos profundos e muito interessantes. Estudá-los é um exercício constante e necessário.
    Raul, Tenho o livro sim, mas, no momento estou usando. Assim que acabar com ele, te empresto. Quanto ao nomes, só beleza…heheheh
    t+!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: