Lucio Alves

 

Semanalmente, nas bancas de jornal, é possível encontrar fascículos da “Coleção Folha 50 Anos de Bossa Nova”. Tenho acompanhado. Recentemente, peguei para ouvir o volume referente a Lucio Alves. Qual não foi minha surpresa? O disco é muito bom.

Não conhecia nada de Lucio Alves. Era só um nome distante…

Mas o que ouvi realmente me agradou. A voz de Lucio Alves me parece o elo perdido entre a bossa nova e o que havia antes dela, uma música mais expressionista, com vocais mais próximos do operístico do que de algo como João Gilberto. Só por isso já valia o cd. Mas eu sinceramente gostei do som e da voz do cara.

Tudo bem que, como toda coletânea, o disco tem lá seus altos e baixos. Mas só de descobrir um cantor desse quilate já ta valendo. Sem contar que o encarte é bastante informativo – talvez a comparação que o Ruy Castro faz com Dick Farney (outro baluarte do mesmo período pré-bossa nova e “rival” musical de Alves) seja um pouco grande demais, uma vez que todo o texto sobre o Lucio Alves é escrito a partir de oposições com farney.

As primeiras faixas, que acredito serem as mais antigas, são as melhores. A voz dele está melhor e a bossa ainda não tinha dominado.

Fica a dica.

 

Anúncios

~ por tarsodoamaral em 28/10/2008.

2 Respostas to “Lucio Alves”

  1. Peguei o do Baden Powell, coisa finíssima.

  2. Crispim, o João Donato também é muito bom.
    Baden Powell é sinistro mesmo.
    t+!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: