Sepultura – A-Lex

a-lex

O Sepultura está de volta com “A-Lex” (capa aí em cima), o décimo segundo disco de estúdio da veterana banda de metal brasileira e o primeiro sem nenhum dos dois irmãos Cavalera.

A mudança que se ouviu no disco anterior, “Dante XXI“, parece continuar nesse lançamento: fica nítida a liderança de Andreas Kisser na composição das faixas. Um thrash metal mais trabalhado, mais refinado e com influências outras que não aquelas tradicionalmente associadas ao Sepultura. Por exemplo, ainda se pode ouvir as influências regionais tanto nos riffs de guitarra, quanto nas levadas de bateria, mas a presença de influências vindas do universo da música clássica estão cada vez mais evidentes. Se a presença de orquestra que foi bastante pontual no disco anterior, em “A-Lex” ela se faz mais presente: uma música toda baseada em um arranjo orquestrado como “Ludwing Van” não havia sido ouvida na carreira da banda até então.

Outra tendência iniciada com “Dante XXI” continua a ser levada a cabo em “A-Lex”: a composição de álbuns temáticos baseados em obras clássicas da literatura mundial. Se no disco anterior foi “A Divina Comédia” de Dante, “A-Lex” é baseado em “Laranja Mecânica” de Anthony Burgess. Em “Dante XXI” a obra do mestre italiano não chegou a provocar melhorias substanciais nas letras da banda. Mas, o livro de Burgess parece ter realmente mexido com Andreas Kisser e companhia: as letras do álbum são muito boas e se encaixam muito bem com o instrumental.

No geral, um álbum excelente. Bastante diferente do Sepultura que o mundo veio a conhecer, principalmente se pensarmos em “Chaos A.D.” e “Roots“. No entanto, essa nova fase da banda, pós-Cavalera, não deixa nada a dever às anteriores.

Vida longa.

Anúncios

~ por tarsodoamaral em 09/03/2009.

4 Respostas to “Sepultura – A-Lex”

  1. tenho que escutar denovo, pois a primeira impressão que tive desse cd foi que és uma boa duma mierda. comento novamente depois.

  2. Tá certo, Raul. Ouve lá e depois diz o que achou.
    t+!

  3. ficou muito bom!

  4. Mauro, concordo com você.
    Que venham mais álbuns!
    t+!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: