Toni Morrison – The Bluest Eye

Às vezes, quando nos deparamos com obras de arte que, de uma forma ou de outra, denunciam mazelas de nossa sociedade, temos a impressão de que a qualidade da própria obra é posta em segundo plano em favor da mensagem a ser transmitida. Isso, no meu entender, apesar de absurdamente comum, não é um aspecto positivo de um trabalho de arte. Uma boa obra de arte conjuga as duas coisas e, de algum modo, consegue fazer com que um aspecto não diminua o outro.

3a

Um bem-sucedido exemplo com o qual travei contato recentemente foi o romance “The Bluest Eye” da autora estadunidense Toni Morrison. Quando da leitura da obra fica nítido o intuito de Morrison de escrever sobre, de denunciar a situação das mulheres negras americanas na primeira metade do século XX. No entanto, o retrato de Morrison se é parcial, como tudo o mais, é extremamente bem-sucedido no que tange a dar uma idéia mais global, mais ampla das condições de vida, pensamento, alegrias e sofrimentos de todo um povo. Desde o olha da criança (negra e branca), até o do homem (negro, branco, estrangeiro), da velha, do jovem, todos são talentosamente cosntruídos e expostos.

Um belo livro que nos faz parar e pensar por seu tema, sua forma e por sua agressiva beleza.

Recomendado.

Anúncios

~ por tarsodoamaral em 12/06/2009.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: