S. T. Coleridge – A Balada do Velho Marinheiro

Imagem

Muitíssimo bem cuidada edição bilíngue do lendário poema de Coleridge.

Além do cuidado com aspectos físicos da edição, é ainda mais digna de nota a tradução e o estudo de Alípio Correia de Franca Neto, “O Sonho Mau da Vida-em-Morte”. Minuciosa discussão sobre o movimento romântico na Alemanha, na Inglaterra, sobre a filosofia organicista e, mais importante, sobre a relação de Coleridge e de seu poema com tudo isso. Se, em algumas passagens, principalmente naquelas em que Alípio Correia de Franca Neto escreve sobre críticos que interpretaram das mais diversas formas o poema e a obra de Coleridge, o texto entra em algumas minúcias desnecessárias, em geral, “O Sonho Mau da Vida-em-Morte” vai muito além de um mero texto introdutório à versão em português do “Ancient Mariner”.

Além desse belo estudo, a edição conta ainda com uma apresentação de Alfredo Bosi, uma versão em português de outro lendário poema de Coleridge, “Kubla Khan”, introduzida por um texto de Harold Bloom e seguida da versão em português do poema “The Person From Porlock”, de Jeremy Reed (interessante, mas não clara e suficientemente justificada nessa preciosa edição).

Além de todos os textos, o leitor é ainda presenteado com todas as belíssimas ilustrações de Gustave Doré para o poema de Coleridge.

Enfim, uma edição à altura de “The Rime of the Ancient Mariner”.

Vale ressaltar que essa edição merecidamente recebeu o prêmio de tradução em 2006.

Altamente recomendado.

Mais informações, nesse link.

Anúncios

~ por tarsodoamaral em 29/01/2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: